Acerca de mim

A minha foto

First started teaching at the age of 12, football tactics among friends, moving on to coaching volleyball teams, then digging deep into Human nature through Yoga and finally through TM.

Turned into language teaching through TEFL and for the past 22 years have been developing and implementing training systems in the Portuguese real estate industry, blending both together, and helping non-speakers in their plight to learn the professional jargons that make up real estate activities in Portugal.

quinta-feira, janeiro 05, 2006

Eis chegado o sistema de créditos!

Entrou em vigor no passado dia 1 de Janeiro de 2006 o sistema de créditos delineados pela portaria 1326. Na sua essência, o profissional das actividades imobiliárias passa a estar obrigado a obter seis desses créditos "formativos", de três em três anos.

Com isto, o profissional das actividades imobiliárias é levado à sua inserção num sistema mais vasto da formação profissional, tida no âmbito do processo de Bolonha:

Assegurar que durante o período de 3 anos - da vida de uma licença ou inscrição respectivamente - haja uma actualização e um aperfeiçoamento da carreira profissão deste empresário e técnico.

Isto obriga a uma nova leitura das actividades e da sua formação, até aqui tidas como intuitivas e "para inglês ver".

Entes culturais e sociais, os mediadores e angariadores necessitam de uma formação voltada para as suas actividades, cujas especificidades ultrapassam, mas sintetizam, especializações formativas tão dispares como engenharias, arquitecturas, gestão e direito, fiscalidade e o financeiro.

Eis, então, a pertinência e necessidade de o IMOPPI ter instituido um sistema de créditos que fomenta soluções formativas à altura e imagem do mediador e do angariador profissionalizados e capazes.

A prática imobiliária é pessoa adulta há muito tempo. Daí a sua formação pedir esse reconhecimento. E este site, e a formação nele contido, ter nascido para servir isso mesmo.

As opções formativas e de acreditação estão em aberto, cabendo aos formadores, entidades formativas, associações e universidades, a responsabilidade de oferecer aos profissionais soluções credíveis, fiáveis e voltadas para a prática das actividades imobiliárias.

Sem comentários: